Administração continuada virou realidade na Secretaria Municipal de Educação

Administração continuada virou realidade na Secretaria Municipal de Educação

Publicado por Pablo Gonçalves, 11/09/2019
Compartilhe esta notícia

A falta de compromisso social em desenvolver uma administração continuada foi uma atitude repudiada pelo Prefeito de Caratinga – Dr. Welington Moreira no início de sua gestão. Na ocasião, ele informou que daria continuidade aos projetos da gestão anterior que entendesse serem bons para a sociedade. Também pontuou que a sociedade perde quando não há, por parte dos gestores, o compromisso de seguir de forma complementar aos trabalhos que assumem.

E esta ideologia vem sendo implantada na administração pública de Caratinga quando necessário. A exemplo, temos a Secretaria Municipal de Educação que teve sua coordenação conduzida por diferentes gestores que vêm mostrando os ganhos possíveis quando o compromisso é o mesmo: tornar a educação de Caratinga referência de ensino na região.

No inicio da gestão, a pasta de educação foi administrada por Marlete Pereira dos Santos, cuja tônica de sua administração foi melhorar a estrutura organizacional da secretaria, das escolas, buscando descentralizar demandas e assim fazer com que a educação tivesse condições de se desenvolver mais rápido.

No período administrado por Lara Maia, a administração pública investiu em novas capacitações para dar à rede de ensino Municipal preparo para desenvolver tratamento mais humanizado para com os alunos e fomentar estruturações dos pilares de inteligência emocional dos funcionários e dos alunos dentro das diferentes situações que os envolvem.

Mesmo no período em que a pasta de educação foi administrada pela Secretária interina Dilma Lopes, os planos de desenvolvimento da educação foram estrategicamente direcionados. Ciente do perfil técnico de Dilma, o prefeito respaldou sua atuação para, no período de quatro meses, desenvolver um trabalho de continuidade da secretária anterior, mas com foco na infraestrutura, suporte de material pedagógico, e uma aproximação maior da administração com os desafios diários das escolas municipais. Com esta missão, Dilma desbravou na atual gestão o trabalho de visitar cada uma das 43 instituições de ensino municipal para documentar as necessidades substanciais das escolas e CEIMs.

Na mesma missão de ampliar a credibilidade educacional das instituições de ensino de Caratinga, atualmente a pasta passa a ser administrada por Diego de Oliveira, que segue com o projeto que envolve a administração participativa. O Governo Municipal, que já investiu na administração participativa por meio dos conselhos, hoje está buscando maior engajamento com os diretores das escolas a fim de alcançar melhores resultados na coordenação regional.  Nesta administração, a Secretaria de Educação reconquistou a colocação de cidade pólo e de referência no ensino diante da UNDIME (União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação). Devido à posição conquistada no Estado, Caratinga é hoje a responsável por dar suporte aos 24 municípios da região.

E objetiva fazer a diferença na reformulação do PPP (o Plano Político Pedagógico) de todas as escolas para as quais esta administração dá suporte. Garantindo assim, um currículo educacional pautado em uma educação que atenda às expectativas e anseios dos alunos, dos pais e daqueles que os educam.