Equipes da Atenção Básica e Vigilância em Saúde promovem mutirão de conscientização em Cordeiro

Equipes da Atenção Básica e Vigilância em Saúde promovem mutirão de conscientização em Cordeiro de Minas

Publicado por Pablo Gonçalves, 10/10/2019
Compartilhe esta notícia

Nesta quinta-feira, os agentes comunitários de saúde, juntamente com os agentes de endemia  estiveram em Cordeiro de Minas distribuindo panfletos para os moradores contendo informações sobre a Febre Maculosa. De acordo com Milena Luppis, coordenadora da Promoção à Saúde, a ideia é proporcionar esclarecimento com relação à doença, como sintomas, cuidados e prevenção.

“Nossa equipe está realizando um mutirão de conscientização. Além das ações diretas nos distritos, onde estamos pontuando a importância da coparticipação da população na manutenção da limpeza do meio ambiente e dos animais, fizemos reunião com os enfermeiros e médicos para frisar a importância da atenção aos sintomas da Febre Maculosa, principalmente nesse período de seca que vai de agosto a dezembro, o que propicia a proliferação do carrapato, que transmite a doença”, concluiu Milena.

Durante a ação, a enfermeira do Posto de Saúde de Cordeiro de Minas, Sara Diamantino, ressaltou a importância dos pacientes relatarem se estiveram em algum local onde tinha carrapato “é muito importante que os pacientes façam um histórico para o médico. Os sintomas da Febre Maculosa se confundem com dengue, Chikungunya, entre outras enfermidades, então é preciso relatar se  houve contato com carrapato, ida à áreas com animais, etc. Também é importantíssimo que o paciente não se automedique, pois os sintomas podem ser mascarados”, contou a enfermeira.

Além do trabalho de educação em Saúde, a Prefeitura de Caratinga, através do Departamento de Vigilância em Saúde, faz um trabalho de pesquisa. De acordo com Paulo Henrique, enfermeiro epidemiológico, as equipes vão até os locais onde houve notificação de casos da doença, capturam o carrapato e isolam a bactéria a fim de verificar a amplitude da transmissão e monitorar as áreas.

O enfermeiro frisou também a importância de retirar o carrapato de maneira correta, através de pinça, realizando leves torções, nunca espremendo o animal com as unhas e nem encostando objetos quentes como cigarro e fósforo.

É possível prevenir. Veja onde e como se prevenir:

– Nas pescarias, nos passeios ecológicos e no contato com animais, use botas, calças e blusa de mangas compridas de cores claras, o que facilita você enxergar o carrapato;

– Não caminhe, sente ou se deite em áreas em que houver carrapatos;

– Se estiver em local com carrapatos, examine seu corpo e verifique se há algum em você;

-Examine também o corpo das crianças que estiveram em locais propícios à presença de carrapatos;

-Mantenha os pastos limpos e roçados para diminuir a população de carrapatos;

-Crie bois separados dos cavalos;

-Mantenha seus animais livres de carrapatos e consulte o veterinário regularmente;