Comemoração dos 35 anos da Fundação Cidade dos Meninos

No dia 28 de março a Fundação Cidade dos Meninos comemora 35 anos de muita história. Com a proposta de celebrar essa data, a instituição organizou uma programaç

Publicado por Pablo Gonçalves, 25/03/2019
Compartilhe esta notícia

No dia 28 de março a Fundação Cidade dos Meninos comemora 35 anos de muita história. Com a proposta de celebrar essa data, a instituição organizou uma programação especial.

 

As atividades começaram nesta segunda-feira (26) com um torneio de futsal entre os assistidos e se estenderão até sexta-feira (29). O cronograma engloba apresentações, premiação, leitura, passeata e muita recreação.

25/03: Turno matutino e vespertino
* Torneio de futsal com os assistidos;

26/03: Turno matutino e vespertino
* Torneio de futsal com os assistidos;

27/03: 13h25
* Apresentação do momento cívico;
* Homenagem com apresentação do coral;
* Premiação do melhor slogan;
* Lazer;

28/03: 13h25
* Apresentação do momento cívico;
* Leitura da história da Funcime;

16h
* Passeata na rua Dênio Moreira de Carvalho;

29/03: Turno matutino e vespertino
* Lazer e recreação com cama elástica, pipoca e algodão doce.

 

História da Fundação Cidade dos Meninos (FUNCIME)

Outrora conhecida como “Guarda Mirim Antônio Vitorino dos Santos Júnior”, sendo este seu idealizador, a instituição teve como marco inaugural a data de 23 de Novembro de 1973 com a assinatura em ata pelo Conselho Municipal de Bem Estar Social do Menor.

Onze anos depois, em 28 de março de 1984, a Funcime foi criada, sendo uma entidade de direito público, sem fins lucrativos, cuja proposta é orientar crianças e adolescentes na formação do caráter e escolhas positivas e conscientes.

Foi também em 1984 que a Fundação Cidade dos Meninos mudou-se para a sua nova sede. Desde então 12 presidentes ajudaram a contribuir com o crescimento da Instituição. O atual Presidente, Noé de Souza Batista é o décimo terceiro.

Apesar do nome, a Funcime, desde 1992, também recebe meninas, contando em sua totalidade, com 870 assistidos entre crianças e adolescentes de ambos os sexos. Na instituição, eles participam de várias atividades sociais, além de receberem reforço escolar.

A política de assistência social sempre esteve mais próxima da instituição. A formação de uma equipe técnica especializada no atendimento psicossocial só foi possível a partir da promulgação do Estatuto da Criança e do Adolescente, o ECA.

A compreensão de uma política pública de assistência social, somados aos esforços de inúmeros profissionais – novos e antigos na história da FUNCIME –, inseriu de vez a corporação rumo à legalização de sua forma de oferecer oportunidades de primeiro emprego aos jovens. O novo século, e a criação de programas de aperfeiçoamento profissional voltados a esse esquema de facilitar a inserção no mercado de trabalho, sugeriram à FUNCIME a regularização junto ao Ministério do Trabalho e Emprego no Programa Trabalho Aprendiz. Através do Programa, o jovem se qualifica para o mercado de trabalho.

Em toda sua história, a FUNCIME fez a diferença na vida de muitos jovens!